layouts...uffa!

Peço desculpa a quem hoje veio aqui espreitar e encontrou isto uma verdadeira confusão! "Mexedelas" no layout!... que me valeram um almoço agarrado o tacho, por falta de "mexedela"! Nada de grave, lá consegui remediar a situação. No almoço e aqui! :)
Agora, ´bora lá trabalhar que se faz tarde!

__


I have to apologize to whoever came here this morning and found this a perfect mess! I was making changes on the layout... that turned into a lunch grabbed at the bottom of the pan! No big deal... I have manage to solve things... for the lunch and for the blog!
Now... it is getting late, let`s go do some work!

gata borralheira

Hoje o dia foi na cozinha. E não, não foi a cozinhar (fora as habituais refeições)... mas porque é o sitio da casa onde se encontra a Lareira.
Sim, passei o dia à lareira, bem quentinha, e que bem que soube! Ora a fazer tricot, ora a trabalhar no portátil. Dela agora já só restam umas brasas para me aquecer enquanto janto uma sopa.
Senti falta do meu gatinho, o meu Amarelo, que não pude trazer comigo para a "nova" casa. Deixei-o no lugar onde nasceu e onde se habituou à sua liberdade de gato, aos cuidados e mimos da ex-vizinha, que vive sozinha e que bem aprecia a companhia!
Saudades do bichano... Feliz por saber que está bem, e que faz alguém feliz!
image from: weheartit.com



Today I have spend my day on the kitchen. No, not cooking all day ( at least more than the usual meals)... but because is the place of the house where there is the Fireplace!
Yes, I have spend the day by the fireplace, so cozy and warm and it felt so good! I made some knitting and some work on my laptop.
Now there´s only a few coals on the fire to keep me warm while I have a soup.
I have missed my kitten today. My "Yellow", that I couldn`t bring with me to the "new" house. I have left him on the place where he was born and where he get so used to his "cat freedom". I left him to the care and pampering of my ex-neighbour who live alone and who enjoys so much her new company!
I miss my cat, but I am happy that he`s happy and making someone else happy!

pinturas e exposição/venda de artesanato

Quanto à máquina, ainda nada de novo...  (pode ser que o pai natal tenha vindo ler o blog!)... mas lá consegui arranjar uma emprestada para "matar o bichinho" e por isso aproveito para mostrar um pedacinho do que se tem feito por aqui.

No atelier xengo tem havido pinturas. Novas caixinhas-de-música e sem música, aguarelas...







O Natal aproxima-se e com ele, uma exposição/venda de artesanato no inicio de Dezembro.
 A expo vai-se realizar no Centro Social de Soutelo, em Rio Tinto, no próximo dia 9 de Dezembro, 6a feira.

Vamos estar lá com os trabalhos XDT e JTG. Das 16H00 às 19H30.

(Por motivos de força maior, o dia 7 teve de ser cancelado).




memórias

Estreou-se numa viagem ao centro de Espanha, subiu o Douro até Aranda e viu as vinhas e os castanhos de Sotillo.
Ainda nesse ano acompanhou o crescimento da minha primeira barriga de grávida e depois, a chegada do bebé. A quinta onde vivemos, as casas por onde passamos...
Guardou todos aqueles momentos fantásticos que nunca vamos esquecer, mas que sem a sua ajuda, jamais conseguiríamos reviver: Os sorrisos, os colos, os banhos, a primeira papa, os primeiros passos, as brincadeiras. O "Crescer" mês após mês.
E ainda, todos os nossos passeios e viagens por este Portugal. A serra e o mar, as cores das estações, as criaturas lindas ou estranhas que se cruzavam no nosso caminho...

Enfim, memórias em papel... ou formato jpeg (a grande maioria)!

Sem ela, este blog não teria nascido.

O zoom já não funcionava há anos! A tampa das pilhas já não fechava, sendo preciso pressioná-la com o polegar enquanto se premia o "click!". Não sei se por este problema, ou outro qualquer, as pilhas gastavam-se em poucos minutos... Mas funcionava!... E agora...

...A minha querida amiga! A minha máquina fotográfica... Olympus - FE115, 5.0 megapixeis, a pilhas... morreu.
Podia não ser comparável a outras XPTO com mil e uma funcionalidades e a bateria!...  Mas tirava boas fotos!
... E ao passo que as coisas andam... não conseguirei substituí-la por outra nos próximos tempos. Pode ser útil e importante, mas não é prioritário!

Sem fotos não consigo vir aqui escrever.
Não é a única causa, mas é uma das...

Limita-me não poder falar das coisas que vejo e não fotografei, e que por isso, não posso mostrar...

Fotomemórias
Sotillo, 2006



Santa Fé, 2006






2007









dos dias frescos










Fotos do inicio de Setembro.
Dias frescos que não voltaram mais!

Vai-te Verão quente! Quero Outono doce e fresco para refrescar a minha mente!!

__

Photos from the beguining of September.
Cooler days that haven`t come back yet!

Go away hot summer! I want the Fall, sweet and fresh to cool my mind!




anastasia

Não tenho sido uma fiel participante do desafio da Alexa Violeta - "Um livro por mês". A verdade é que falhei 1 ou 2 meses... mas estou  aos poucos a retomar este precioso hábito, que na verdade, nunca deveria ter sido deixado para segundo plano
No mês de Agosto, este livro - "Anastasia" de Vladimir Megre - veio parar-me à mãos e não me foi indiferente.
Como o livro é emprestado, ainda não parei de tirar notas!
Estou agora ansiosa por ler os restantes da colecção "Os cedros ressoantes da Rússia" - "The ringing cedars", no original.

Não gosto de fazer comentários sobre os livros que leio, pois temo sempre que isso possa influenciar alguém que ainda não leu... mas posso dizer que, independentemente, de acreditar ou não em tudo o que li, a maioria do que li fez bastante sentido para mim e achei muito interessante, e afinal de contas, é isso que importa.


"A pureza das intenções, os sentimentos e as sensações, sustentadas pela maioria das pessoas, é que determinam o lugar da Humanidade no Universo"
Anastasia

Passem, se quiserem, no site da editora Joanne Gibbler, que está a fazer um excelente trabalho para trazer este livro em português até nós!

Boas leituras!


novidades


Em Setembro assinamos finalmente a escritura da nossa quinta.
Para celebrar o facto, iniciei um novo blog dedicado a esse nosso cantinho na serra:
A maioria dos posts são "cópias" de textos que já tinha publicado neste blog acerca do sítio.
De qualquer maneira, estão convidados a visitar, espreitar e seguir as novidades, se vos interessar!
:)

Setembro foi mesmo um mês de mudanças e novidades.
Outra das novidades fresquinhas... é que lá para Maio/Junho chegará outro bebé cá a casa!
Estamos os três muito felizes!
Julho 2007


In september we have finally signed our land`s final deed.
To celebarte the fact, I`ve started a new blog dedicated to our pice of land in the mountains.
The majority of the posts are "copies" of texts about the place already published on this blog.
Anyway, you are invited to visit, have a look, to follow the news, if you wish!

:)

September was a "full of news" month.
Other of the "fresh news" is that... by may/june we will have a new baby at home!
The 3 of us are trully happy!

escolhas em papel

Mudar de casa dá nisto:
Mexer em coisas velhas. Descobrir coisas da escola, manuais, apontamentos, diários e cadernos... Espero sempre conseguir reduzir para metade o volume de papel, deitando ao lixo tudo aquilo que já não interessa. Aliviar a carga que nem sempre é fácil libertar...


Abro caixas há muito guardadas e remexo em memórias.
Leio coisas que me sabe bem ler, embora já não saiba "de onde raio aquilo me saiu"!



«É tão fácil cair no comodismo.
É tão fácil aconchegarmo-nos na velha poltrona da perguiça e do medo.
É tão difícil aceitar que a poltrona tem molas soltas, rasgos e pó. Acreditar que se nos levantarmos, tudo à volta parecerá mais claro, novo, perfumado, leve...
Desconhecido. O medo que sentimos face ao desconhecido, faz-nos querer sentar de novo.
Por outro lado, a vontade de enfrentar a vida, é grande! Então viramos as costas à dita poltrona e ignoramos todos aqueles que ousarem cruzar o nosso caminho com o intuito de nos derrubar.
O primeiro passo:
Estou sentada, com uma manta de lã a cobrir-me as pernas encolhidas.
Estou imóvel mas no interior a luta é agitada.
Algo me diz que me acomodei e que agora faço parte da poltrona. Mas também sei que não poderei ficar sentada nela para sempre. Acabarei por não me reconhecer, não fazendo já distinção entre mim e a velha poltrona.
O segundo passo:
Decido torná-la móvel. Tenho coisas para fazer! Não posso ficar parada! Por isso, ando. Sempre de poltrona. Facilmente esqueço que estou sentada. Chego mesmo a achar que ela não existe, e que se permaneço sentada é porque o meu coração assim quer.»
(Dentro de caderno velho, escrito num ano qualquer)

...?????...


Outra das coisas que encontro muito nestes cadernos são esquemas. Planos. Com objectivos e datas (prazos?). Confesso que são muitos mais aquelas que nunca cumpri. Na verdade, os que saíram "furados" foi porque nem sequer cheguei a dar um passo para que se realizassem...
Num deles está escrito algo interessante... 


«Sempre precisei de planificar as coisas em papel para me ajudar a raciocinar.
Como se, meia dúzia de palavras num esquema organizado cronológicamente, me ajudassem a ter a certeza das minhas escolhas...»

HUM...


Bom fim-de-semana!

A caixinha-de-música da Ísis

 (Que falei aqui)




Uma variação deste desenho.
Um novo modelo de caixa de madeira - 100% handmade cá em casa pelo J., com acabamentos por mim.
Desta vez o realejo ficou escondidinho o que facilita o uso da caixa para guardar qualquer coisa... sei lá!... um segredo?
;)

Este e outros trabalhos:
http://xengoshopping.blogspot.com/


O Verão acabando...
O Outono chegando...
Andorinhas partindo...


Por este ano, acabaram-se as banhocas no rio e o sol escaldante.
Não que esteja triste. Para mim, Setembro é sempre mês de recomeço.
Talvez também porque o meu aniversário é no final de Agosto e isso faz-me sempre ter vontade de recomeçar, renovar, mudar, re-organizar, reajustar, ou quando muito... simplesmente, arrumar!
Arrumar as gavetas, as prateleiras... e às vezes, a vida.

Estou a mudar de casa.

A desarrumação por aqui é grande por agora... Logo, logo toda a bugiganga, tralha e tralhada estará arrumada em caixotes.
Estou também a aproveitar para me desfazer de todo o LIXO. Aquilo que acumulei nestes 3 anos nesta casa e que na verdade não me serve para nada.

Ah como é bom fazer uma mudança...!

do festival de parapente

A ocasião merecia melhores fotografias, ou antes, uma melhor máquina que me permitisse mostrar melhor aquilo que vi (que a minha pobrezinha já deu o que tinha a dar e nem o zoom funciona)... 

Um azul pintalgado de cores. Cores que voam, flutuam, dançam a uma altutide incrível. E fazem ter vontade de ter asas e voar também. 
Dezenas... talvez mais de uma centena de parapentes, cruzaram-se nos céus de Linhares da Beira durante todo o fim-de-semana. E eu, cá debaixo, ora de nariz no ar, ora estendida na relva, gostei, e muito, de ver!

Quando era pequena quis ser paraquedista, ou voar de asa-delta, apenas para poder ter a sensação de voar. Bem, o que hoje sei (desde há algum tempo) é que não hei-de morrer sem experimentar o parapente.

do festival de parapente by joanasoares
do festival de parapente, a photo by joanasoares on Flickr.
Festival Nacional de Parapente - Linhares da Beira 2011

flower shots

Cá por casa existem 4 espécies de begónias.
Estas estão comigo à cerca de 4 anos e estão a dar flor pela primeira vez! Não resisti a uns "clicks".

We have 4 species of begonia at home.
This one is with me for about 4 years and for the first time it has flowers!
I could not resist to some "clicks"!

*
*
*





Summer days go by

(Máquina fotográfica de férias... em CASA!!!)

O calor envolve-me numa sonolência boa.

Os sons embalam, o sol queima a pele.

Os risos dele misturam-se com os "chaps" na água cortando a quietude... preenchendo o dia com alegria.

Fazem-se refeições no "campingaz", ou comem-se saladas frias e churrasco à sombra. Ora em mesas de piquenique, ora estendidos nas esteiras, mantas ou toalhas.

O som que chega é o dos pássaros, das abelhas, do rio, ou do ribeiro, do vento nos castanheiros.

Entro na água fria bem devagar (que mergulhos nunca foi comigo), apanho boleia num barquinho insuflável ou nado.

A Vida é boa!

O entardecer pinta o campo de feno... dourado... vermelho-fogo... púrpura...

Anoitece.
E toda a bicharada canta.

Janta-se à luz da lanterna sob as estrelas, ou na esplanada de um bungalow num qualquer parque de campismo.

Regressa-se a casa.

Os dias de verão passam.
Entre o descanso e o trabalho, que ora são encomendas, ora são oferendas, e o pincel agradece... e eu também.

Não há planos para os próximos tempos.
Os dias vão só rolando... tranquilamente.

Um abraço e boas férias!

________________


(Digital camera on holidays... at home!)
The heat surrounds me by a good drowsiness.
The sounds are like lullabies, The sun is burning the skin.
His laughter blends with the "CHAPS" in the water cutting through the stillness ... filling the day with joy.
Meals are made on the "campingaz" or salads and barbecue is eaten in the shade. Sometimes at picnic tables, sometimes layed down on blankets or towels.
The sounds we listen are from the birds, bees, river, or stream, the wind in the chestnut trees.
I walk slowly through the fresh water (because diving has never been an option to me), I take a ride with inflatable boat or swim.
Life is good!
The sunset paints the hay field ... Golden ... fire-red ... purple ...
Night falls.
And all the bug world sings.
We have dinner by the light of the lantern, under the stars or on a bungalow terrace of any campsite.
We are back home.
Summer days go by.
Between rest and work. That are orders or offers, and the brush gives thanks... and also do I.
There are no plans for the near future.
The days are just rolling ... quietly.
Best wishes and have a wonderful vacations!


Retrato

Retrato by joanasoares
Retrato, a photo by joanasoares on Flickr.
O cavalete esteve ocupado com esta tela durante o último mês. Foi um presente a um casal amigo, "casados de fresco".
Espero que não se importem que o mostre aqui. Sei que agora devem estar mais do que embrenhados na sua lua-de-mel e por isso não quero incomodá-los.

Não faço muitos retratos... pelo menos nos últimos anos e não estou habituada com telas destas dimensões.
Mas... estou contente com o trabalho (agora que sei que gostaram e que a valente-dose-de-insegurança que se fez sentir já se foi embora!).


Via Flickr:
Acrilicos sobre tela 50cmx50cm

é aqui...

...onde agora me movo. 


 Nesta floresta.
Neste verde,
...com este céu.


 Nesta água fresca e pura...

 Nesta terra.


 O caminho é neste sentido.