5.27.2010

a "desenferrujar" pincéis

(Aguarela, Ecoline e Biochene sobre papel)

Decoração infantil - estudo

Tal como prometido aqui, venho mostrar-vos o estudo feito e já aprovado para a pintura que me foi encomendada para o Espaço Actividades de Tempos Livres Infantis desta Associação.
A pintura deverá ser feita dentro de 15 dias, depois mostro o resultado!

Desculpem a qualidade da imagem - as cores estão mesmo péssimas - mas o meu scanner continua avariado (à mais de um ano!)... vou mesmo dá-lo como morto e comprar um novo! :)


(Lápis-de-cor)

5.24.2010

Aviso à população de leitores!

Estou a fazer uns ajustes por aqui mas não quero estar a privatizar o blog.
Alterei o layout por isso é normal que vejam isto tudo desformatado e confuso.
Nos próximos dias prometo que já vão encontrá-lo mais bonitinho!
Inté!

5.21.2010

.. foram mais de dez mil!

E hoje o meu "contador" ultrapassou os 10.000!!! Não se visitantes ou "cliks" pois não sei bem em que se baseia esta contagem!
De qualquer maneira é muito... e eu agradeço a todos pelas vossas visitas ao meu sitio!
OBRIGADO!!!

E falando em visitas, lembro-me desconcertada (pois esqueço-me sempre), que no passado dia 17 de Maio este meu "xengo.delengo.tengo" fez 3 anos! - os primeiros.
Confesso que não pensava ficar por aqui todo este tempo e embora a minha participação aqui seja mais esporádica que quotidiana, já não passo sem isto!
Até sempre!

manhãs de Maio

Manhãs de Maio trazem o cheiro do pinhal até casa e convidam ao passeio.
O calor já se faz sentir forte mas a brisa é agradável.

Paramos aqui e acolá para fotografar uma flor, ver de perto um bichinho saltitão ou as abelhas gigantes nas suas tarefas diárias.
Hoje levamos a bicicleta(inha) que o Si pedalou com alegria e à velocidade do vento pela estradinha de alcatrão, para mais à frente já no pinhal e em estrada de terra a deixar caída, despreocupado. Coube à mãe (mais preocupada) levá-la de arrasto pelo braço durante o resto do caminho!
Este último caminho levou-nos a uma fuga apressada e de coração aos pulos. Sem querer, entramos em caminho privado e os cães da quinta, muito responsáveis no seu trabalho de guardas, não tardaram a ladrar, ladrar... e nós a fugir, fugir... (filho num braço, bicicleta no outro e ainda uma máquina fotográfica numa das mãos... ó pernas para que vos quero!).

Já em casa.... o perfume das rosas invade todo o pátio.
Cheiramos uma por uma todas as roseiras: as brancas, as vermelhas, as cor-de-rosa, as de Santa Teresinha... e incomodamos sem querer alguns habitantes mais tímidos.

Entre pétalas, uma aranha branca prestes a devorar o seu almoço.

Passeios à parte... também se tem trabalhado um bocadinho cá por casa... Uma nova encomenda, um novo projecto de decoração infantil. Desta vez é a pintura de uma parede num infantário. Em breve mostro o desenho! A pintura deverá ser feita, em principio, no final deste mês.

A semana que vem será de... dor... :o
Dois anos de espera e finalmente fui chamada ao serviço de Odontologia da Universidade de Coimbra para extrair um chato de um dente do siso...
Não é que me apeteça ( longe de mim!) mas tem de ser!

5.17.2010

Reflexos

Dos últimos dias de chuva.
Em jeito de despedida.
Da chuva e do rio... rumo a que outras margens mais para norte e interior.



5.15.2010

metais...

O blog "JTG - working with metal" tem estado a ser cuidado, montado, recheado... aos pouquinhos está a tornar-se numa galeria bem completa dos nossos trabalhos em metal.
A maioria das peças está disponível apenas por encomenda.
Ainda tanto há a fazer... Mais do que qualquer outra coisa, é preciso deixar o teclado por uns dias e dar uso à banca, às ferramentas, à criatividade... e criar novas peças.
****




"JTG - working with metal" blog has been in care, built, stuffed... step by step is becoming a very complete gallery of our work in metal.
Most pieces are available only by order.
There is still much to do ... Mainly and foremost, I must leave the keyboard for a few days and to give some use to the workshop table, the tools, the creativity... and create new pieces.

5.08.2010

desenhar...

Nos últimos anos pouco tenho desenhado. Por inúmeras razões, acabei por perder o hábito.

Já não é com a mesma facilidade - como um gesto natural, impensado, quotidiano - que pego num bloco, numa caneta ou num lápis, e risco. 
A mão não obedece. O traço não sai suave. A evolução ficou muito lá atrás...
Isso também faz com que desenhe cada vez menos.
Mas às vezes... numa sala de espera, numa noite sem televisão, num ou noutro dia mais introspectivo... sem pensar, não contenho e deixo a mão ir. Sem querer desenhar nada em concreto, ou com um objectivo definido.
E sinto, e sei... que devia - e preciso - desenhar muito mais.
***

I have not drawn much in the recent years... For many reasons, I ended up losing the habit.
It is no longer as easily or naturaly that I pick a pad, a pen or a pencil, and sketch.
The hand does not obey. The dash does not go smoothly. The development of my skills got stuck back there...
This also makes me draw less and less.
But sometimes... in a waiting room, a night without television, in a more introspective day... without thinking, I not restrain it and let the hand go. Without the aiming of drawing anything in particular or with a specific objective.
And I feel and know... that I should - and must ( I need to) - draw more.

5.06.2010

Mulheres da Terra . Mulheres na Terra


“MULHERES DA TERRA. MULHERES NA TERRA”
28, 29 e 30 de Maio

«O Fojo é um espaço onde se pode escutar o silêncio interior e partir em busca da realização como seres humanos ao cuidar da terra e das pessoas, com amor e partilha. Através da observação, do design, da acção e das experiências, através da arte e de fazer a nossa parte, pois só assim, juntos e ligados à natureza, podemos crescer. O Fojo é ainda um espaço vocacionado para a realização de cursos, workshops, voluntariado, actividades, encontros, visitas...»





«Assim, O FOJO acolhe nesta que será a 10ª Experiência de Permacultura n’O Fojo, o evento “MULHERES DA TERRA. MULHERES NA TERRA”. Este encontro é dedicado à reflexão e ao debate de ideias e experiências, de e para mulheres.


“MULHERES DA TERRA. MULHERES NA TERRA” surge primeiramente porque constatámos, pelas pessoas que nos visitam n’O Fojo, que a maioria é do sexo masculino. Este facto começou a despertar em nós várias questões…

Nos dias que correm andamos, homens e mulheres, um pouco desligados da nossa essência. Do nosso propósito. Este momento universal nos propõe este desafio, que é o de celebrar e revigorar a ligação entre a energia feminina e a energia da Natureza.

A Mãe Terra é fonte da energia do “Sagrado Feminino”, que faz parte de nós e se encontra adormecida.
Ao tocarmos na terra, ao nos ligarmos aos ritmos da Natureza vamo-nos sintonizar novamente, vamos simplesmente ser, ao libertar preconceitos e condicionalismos, e nos vamos sentir mais conscientes daquilo que somos. Vamos juntas atingir o equilíbrio. Vamos dar as mãos e perceber que somos um só e que a nossa missão é superior a qualquer emergência terrena.


Acontece nos dias 28, 29 e 30 de Maio. A chegada, acontece na Sexta-Feira dia 28 a partir das 18h para preparar o acampamento e garantirmos que não há atraso no início das actividades no Sábado bem cedo. As actividades vão se iniciar pelas 9h30 de Sábado, sendo que a partir desta hora não haverá contacto telefónico disponível. É muito importante cumprirmos os horários pois temos um programa preenchido de actividades e não queremos interromper o fluir na energia!

A entrada é exclusiva para mulheres. Pedimos que respeitem este ponto e que venham sozinhas ou acompanhadas da vossa melhor amiga. Companheiros e filhos terão muitas outras oportunidades para estarem connosco n’O Fojo.

Este é o primeiro de muitos ENCONTROS FEMININOS N’O FOJO. É aberto a todas as mulheres COM PRÉVIA INSCRIÇÃO, com o número limite de 20 participantes e, neste primeiro evento, não haverá pagamento, apenas existirá uma caixa de donativos para O Fojo e para a organização do evento.

Para dúvidas e inscrições liguem para Ana Filipa Santos: 912 443 597 ou info.fojo@gmail.com»