feliz natal


Quando todas as crianças da casa cresceram, a magia do Natal perdeu-se.
Durante anos não liguei nenhuma ao Natal. 
Vieram os netos (meus sobrinhos e filho) e a magia voltou. Há melhor coisa do que ver a alegria nos olhos dos mais pequenos?
(Saudades para os que estão longe. Abraço muito forte, estiveram no nosso coração!)

Feliz Natal a todos os meus queridos leitores!

... e um presente do pequeno Si. para todos vocês!

da feira

No último fim-de-semana estivemos numa feira de artesanato em S.Pedro da Cova, Gondomar (PORTO), uma pequena feira organizada pelo grupo de escuteiros daquela freguesia. Apesar do frio, o ambiente familiar era acolhedor q.b.!



Desta vez levei também algumas peças da minha mãe.
Não são apenas caixas pintadas, mas antes pinturas em caixas!
Lindas bonequinhas com enchimento de alfazema.
E alguns artigos em couro (no centro da mesa do lado direito).


 

gelo

Se antes saía quando me apetecia... agora estou a ficar uma verdadeira "domingueira"! E se o domingo da semana passada foi de Outono, o domingo de ontem foi sem dúvida de Inverno.


Bastou-nos subir aos 1500 metros já quase ao final da tarde. 
Nos cursos de água que correm encosta abaixo, formações de estalactites reflectiam o pôr-do-sol.
Pois ontem, a neve não era fofa (apesar de parecer), era gelo. E naquele chão branco e congelado ainda demos alguns valentes trambolhões!




A chamada, lagoa pequena, não esconde que os fogos do último verão foram avassaladores. As cinzas depositadas no seu fundo e as suas margens negras, o pôr-do-sol reflectido nas suas águas estáticas, geladas, fazem dela um cenário magnífico, mas triste.

Folhas caídas

Matizes Outonais onde gostamos de passear. 
Nas últimas semanas temos passeado pouco, muito pouco. Raramente pomos o nariz fora de casa, não só por causa do frio, que aqui se faz sentir de forma agreste, mas porque o trabalho não tem deixado. As encomendas têm crescido, o Natal aproxima-se, e o meu trabalho como designer freelancer tem sido solicitado, pelo que passo grande parte do dia à secretária, de olhos colados ao ecrã.
Domingo foi dia de respirar um bocadinho (Ufff!), e o passeio foi mesmo aqui, nas redondezas.



Um dos recentes trabalhos cinzelados do João. 
Mais aqui.


a encomenda | the commission

Ora aqui estou (tal como prometi) para deixar espreitar uma das últimas encomendas. | Well... here I am (as promised) to let you take a peek to one of the last commissions.


Estas duas telas foram-me encomendadas por uma família de 3 e tiveram como destino a parede de um barco que navega em águas inglesas.
As pinturas deveriam representar Inglaterra - a casa/barco onde vivem - as viagens - o Sonho de um dia viverem em Portugal, numa linda casa de montanha... 
These two paintings were commissioned by a family of 3 and went to the wall of a boat that sails in English waters.
The paintings should represent: England - the home/boat where they live - the travelling - the dream of living in a beautiful house in the portuguese mountains 


Com estas pequenas "directivas" e com toda a liberdade criativa que me foi dada, dei corda às asas da criação e pus mãos à obra com toda a alegria. 
With these guidelines and with all the creative freedom given to me, I have spined the wings of creation and started working with all the joy.


As telas, umas das braceletes do projecto JTG e a impressão de uma das minhas ilustrações, voaram para Inglaterra na passada semana e finalmente chegaram ao seu destino.
The canvas, one of the bracelets of JTG project and a print of one of my illustrations,  flew to England last week and have finaly arrived to its destination.


As telas 20cm x 20cm foram pintadas com acrílicos e têm um acabamento de verniz mate.
The canvas 20cm x 20cm were painted with acrylics and have a matte  varnish finish.

a pausa e o trabalho

Eu sei, eu sei, que é chato ir a blogues que não estão actualizados, e que o meu se encontra assim desde à quase um mês. Na verdade, isso não quer dizer que me tenha desinteressado, mas que a vida fora da blogoesfera tem sido bastante preenchida, nem sempre com coisas muito interessantes e que valham a pena falar aqui, apenas... trabalho, trabalho...
Alguns dos trabalhos, sim, mostrarei muito brevemente, estou apenas à espera que cheguem aos seus destinos, para não estragar a surpresa a quem os encomendou.
Até já! (prometo...)

a marmelada

A quinta que compramos está abandonada à mais de 70 anos.
Já não se sabem ao certo as histórias, não se conhece bem quem por lá passou, quem lá viveu.
Quem o sabe são as árvores. Sabem quem as plantou, quem lhes colheu os frutos.
Durante estes (mais de) 70 anos de abandono, as silvas e a maior madre-silva que já vi, tomaram conta do muro e dos marmeleiros que ali viviam, criando uma densa "selva" no espaço de cerca de dois ou 3 metros, para a frente do muro, forçando as árvores a contorcer-se e a viver com parte dos seus troncos e ramos na mais completa escuridão. 
Desta vez, este ano, os poucos frutos destes marmeleiros não caíram à terra, nem apodreceram na árvore.
Claro que com tanto "mau-trato" e falta de ar, a quantidade de fruto não foi muita, e a maioria dos que colhi não consegui aproveitar.
Parte dos marmelos foram para os meus sogros, que nos ajudaram a apanhá-los, e com o restante consegui ainda aproveitar 1,5kg de marmelos para a fazer marmelada.
Como a maior panela que tenho é, ainda assim pequena demais, tive de a fazer em duas "rodadas". Deu 4 tigelinhas que estão agora a secar ao sol!
Pouquinha, mas acredito que me saberá muito bem!

Outono

"Chega o Outono.
Do alto de seculares castanheiros, os ouriços caem e abrem.
As castanhas, estão prontas a serem comidas."








Com muito orgulho apresento as primeiras castanhas que apanhamos na nossa quintinha.
Para já, a penas uns 2kg de amostra... os próximos dias serão de "apanha da castanha".
E ainda, os marmelos que espalham o aroma adocicado por toda a casa. Pronta para a Marmelada!!!
.
.


Tenho saudades



Inspirada por este post recordei algumas palavras que escrevi na altura em que saí da cidade e vim esticar as minhas raízes nesta terra do centro do país.

No cimo de um rochedo, num pinhal de frondosos pinheiros mansos, rabisquei num caderno...
(Sinto-me um pouco reticente em partilhar, mas cá vai...).

Tenho saudades
Do meu espaço e tempo.
De asas para voar e ver
Toda a casa, o mundo.
Sinto o vento que aconchega
E leva.
Sinto-me pura e parte do todo
Neste instante,
Sou tudo
Sou todo e nada
Viajante, recém chegada,
De partida.

Quero dar-me
E entregar-me
Para todo o sempre
Ser plena e feliz
Como o pássaro que pia
Que no vento voa
Que à mãe canta
Unindo-se ao céu
Amando o mundo.

Tinha saudades
Deste espaço e tempo.
Deste instante, desta verdade,
Desta rocha, deste pinhal.
Pássaros, Cheiros,
E Vento.
Destas histórias
Que me conta o tempo
E traz saudades.

Sta Fé, Fevereiro 2006


dos últimos dias...

Os últimos dias têm sido dedicadas ao projecto JTG, com maratonas de produção de caixinhas-de-música (e sem música).

Vamos estar na Feira de Artes Tradicionais no próximo Sábado, 25 de Setembro das 13H às 19H, no Largo de São Francisco (junto à Igreja de São Francisco), no PORTO.
A iniciativa é da Casa da Horta.  Vai haver Artesanato, Fiadeiras encontro de tricot e feira de trocas. Apareçam!

Work in progress II

Estes meninos ainda não estão prontos, mas vão tomando a sua forma, à medida que o tempo permite e a inspiração chega.
Mais um trabalho que teve inicio há muito tempo atrás e que ficou na gaveta à espera do dia, em que a inspiração e vontade de lhes dar continuidade, surgisse.
Estas molduras (que hão-de ser) foram desenhadas e serradas da madeira pelo J. há uns 2 anos e meio (?). Incumbida fui eu de as pintar, e ainda cheguei a começar, mas... Por falta de vontade, ou porque não tinha de ser, a coisa não fluiu e as pobrezinhas foram arrumadas.
Finalmente decidi colori-las, dando-lhes a merecida vida. Ainda não estão prontas, mas estarão logo, logo. Estas, e mais algumas, vão estar disponíveis na nossa lojinha dedicada à decoração infantil.



Revista Vegetariana 5 - Edição de Outono

www.revistavegetariana.com

Já está disponível a 5a Edição da Revista Vegetariana, do Centro Vegetariano. Projecto no qual colaboro como voluntária.
Desta vez a capa dá destaque à ROMANA - Madrinha oficial da Semana Vegetariana 2010 (1 a 7 de Outubro).
A Revista é entregue gratuitamente a todos os sócios e também pode ser encontrada em algumas lojas e associações que promovem o vegetarianismo.

Bom dia!

Adeus ao Verão.
Bem-vindo tempo intermédio em que o calor se despede e os dias vão ficando mais frios e curtos.
As manhãs são a parte preferida do dia.
O cheiro da terra orvalhada, é intenso.
 O ar fresco, puro.
Ao céu enevoado pergunto se hoje chove ou se a névoa se dissipará para mostrar o céu azul intenso e o sol luminoso.
Hoje o sol ganha e tenho um lindo dia.
Hoje agradeço à Natureza pela sua tamanha beleza.

Não posso deixar de partilhar aquele que é um blog que não me canso de ver, pela tamanha beleza que nele é partilhada. "A Casa Onde Vivemos".
À Isabelle e ao Paulo, um beijinho muito especial de gratidão, por me permitirem ver e sentir através da Fotografia e Palavra Escrita, aquilo que os meus próprios olhos e sentidos ainda não experienciaram, semeando no coração o desejo de subir essas montanhas. (Cá dentro... Já estou a caminho!)

"Facebook" da Torrie na Gesto

Neste post, mostrei o retrato que a Torrie fez de mim.
Pois agora, este meu retrato junta-se a tantos outros do projecto "Facebook" no Espaço Gesto.
inaugura a 7 de setembro 18h
até 30 de setembro
ESPAÇO GESTO - rua cândido dos reis, 64
PORTO

Há 28 anos...


Há 28 anos (ou cerca de), eu no colo da mãe, entre as duas irmãs.
Em jeito de homenagem - porque este dia também é dela - e a todas as que foram mães ou nasceram neste dia, um beijo de parabéns!
*

Braceletes

Nos últimos dias temos feito novos trabalhos.
Onde espreitar?...
... Aqui no jtgwork.wordpress.com
***

In the last few days we have been making some new pieces.
Where to peek? ...
... Here in jtgwork.wordpress.com






a terra e a chuva

Há cerca de dois meses e meio que não cai pinga de chuva por aqui... Tudo está seco e árido. Valeram-nos as semanas de chuva que antecederam o Verão para encher os poços e as minas.

Hoje o dia amanheceu cinzento mas ainda assim com algumas abertas por onde espreitavam manchas de azul intenso. Apesar de estar mais fresco, o calor fez-se sentir e o sol disfarçado queimou a pele.
Um óptimo dia para sair de casa bem cedinho e ir para a serra.
Na quinta refrescamos os pés na água boa que vem da montanha.

Ao fim da tarde, já na volta e depois em casa, choveu - finalmente - apenas por breves instantes, mas que chegaram para refrescar a terra, e deixar aquele cheirinho doce a terra molhada que tanto adoro...

Work in progress...

Comecei este "projecto" no ano passado.
A ideia era fazer uns fantoches ou bonecos (apenas por distracção), precisamente na altura em que se me avariou, irremediavelmente,  a máquina de costura. As pequena cabecinhas de madeira foram então esquecidas dentro de um saco entre tecidos, roupas velhas para reciclar, novelos e agulhas de tricot, enfim (bem que aquele armário precisa de uma boa arrumação/organização!).
Na altura apenas pintei estas duas, de inúmeras  que recortei/serrei com diferentes formas.
*
*
I started this "project" last year.
The idea was to make some puppets or dolls (just for distraction), at precisely the time that my sewing machine broke down, irrevocably. The tiny little heads of wood were then forgotten in a bag between fabrics, old clothes to recycle, yarns and knitting needles, well... (this cabinet needs a good organization!).
At the time I painted just these two of the many I cut / sawed with different shapes.
























(O furinho na cabeça da menina destina-se à aplicação do cabelo... Embora pareça que a quis assassinar antes mesmo da criação!
The girl's little hole in the head is for the hairs apllication... Although it appears that wanted to kill her even before creation!)
*
*
Há uns dias, à procura de alguma coisa que já não me lembro bem o que era, descobri o casalinho de 
reis triste e abandonado no fundo do saco e resolvi continuar a "obra"! Na verdade, a máquina de costura nunca chegou a ser substituída... provavelmente usarei a da minha mãe quando chegar a altura de os vestir.
*
Para já... "estou nas pinturas"!
*
A few days ago in search of something, that I do not remember what the it was, I discovered the sad and abandoned kings couple at the bottom of the bag and I have decided to continue the work!
The truth is that the sewing machine has nver been replaced... I will probably use my mother`s when the dressing time comes.
*
For now... I am over "paintings"!




Hum...

Tenho quilos de beringela, tenho quilos de tomate... Uma das vantagens de se viver no campo (ainda que não tenha horta neste momento) é ser vizinha de muito boas vizinhas que me enchem de fruta e legumes frescos.

Uma sugestão para vegetarianos e omnívoros: thelovefood.blogspot.com
Este blog abre o apetite só de olhar...
E eu, que ainda não jantei... tenho o estômago a pedir uma destas iguarias... O que vai ser...?
Beringela decerto!

A foto é da receita de Aperitivos de Abóbora.

... para espreitar

... a 5a edição da  Revista Vegetariana que irá sair em Outubro.
***
To take a peek on the 5th edition Revista Vegetariana (Vegetarian magazine) that will be out next October.